jusbrasil.com.br
18 de Dezembro de 2018

Direito à vida: análise entre Brasil e Roma

Lorena Lucena Tôrres, Advogado
Publicado por Lorena Lucena Tôrres
há 12 dias

Olá pessoal, tudo bem? Para quem acompanha as minhas redes sociais eu fiz uma viagem em setembro para a Europa, e, um dos países em que visitei foi a Itália, incluindo Roma. Lá gravei um vídeo sobre o direito à vida, no Coliseu, que vale a pena vocês conferirem.

Espero que vocês gostem! Enquanto isso, não deixem de me seguir no Instagram – www.instagram.com/lucenatorresadv/ e de se inscreverem no meu canal do Youtube – http://www.youtube.com/c/DireitoSemAperreio. Estou sempre incluindo novidades por lá e gostaria muito da presença e participação de vocês!

Segue o vídeo gravado no Coliseu, sobre o Direito Romano:

Coliseum e o Direito à Vida

Por muitos séculos, os Gladiadores lutaram entre si ou contra animais ferozes para entreter os romanos. Foi construída uma arena especial para esse tipo de espetáculo, o Coliseu, que tem em suas ruínas, hoje, um dos principais pontos turísticos da Itália. Os lutadores eram prisioneiros de guerra, escravos e autores de crimes graves.

E, para satisfazer o fetiche de alguns imperadores, mulheres e anões também lutavam. Eles tinham treinamento em escolas especializadas para combater na arena, recebiam tratamento especial no intervalo das lutas e não lutavam mais que três vezes ao ano. Ou seja, ser um Gladiador era melhor do que ser um escravo comum e ainda abria a oportunidade ao reconhecimento do público. Quando viajavam para lutar em outras cidades, deslocavam-se em grupos conhecidos como famílias e eram acompanhados pelo treinador. Geralmente, eram vegetarianos.

A luta de gladiadores representava muito no Império Romano, era a grande atração para

o povo. Por esse motivo os imperadores investiam tanto nesses espetáculos, já que assim conseguiam conquistar a amizade do povo. Essa era uma política chamada de “Pão e Circo”, os governantes distribuíam pão durante as lutas e assim conseguiam manipular as massas, oferecendo o que mais lhes interessava.

Hoje tal façanha seria impossível, haja vista um dos princípios mais relevantes da Constituição Federal de 1988: o direito à vida - Art. 5.

Espero que esta dica tenha sido útil e que deixem seus comentários. Enquanto isso, siga-nos em nossas redes sociais:

Instagram: www.instagram.com/lucenatorresadv/

Página do Facebook: www.facebook.com/lucenatorresadv/

Blog: https://lucenatorresadv.wordpress.com

Site: www.lucenatorresadv.com

Canal no Youtube: http://www.youtube.com/c/DireitoSemAperreio

1 Comentário

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Interessante a informação que eles eram geralmente vegerarianos. Prova que não é a carne que ‘faz ficar forte’. 👏👏👏👏👏 continuar lendo